Dicas para melhorar a velocidade da internet sem pagar a mais por isso

Está com a conexão lenta e deseja melhorar a velocidade da internet? Existem alguns truques que podemos realizar para melhorar a conexão e acabar com os problemas de lentidão. Conheçam neste artigo algumas dicas para melhorar a velocidade da internet sem ter que pagar a mais por isso.

 

Embora seja verdade que não há truques de mágica que possamos fazer para acionar o desempenho da conexão, também é verdade que há coisas que podem melhorar o desempenho (ou pelo menos não comprometê-lo). Portanto, nós coletamos um guia de dicas práticas para melhorar a velocidade de sua conexão à Internet.

teste de velocidade

Há vários fatores que comprometem o desempenho de nossa conexão e sua velocidade de internet. É inútil ter a conexão mais rápida do momento se praticar erros que podem compromete-lá. Além disso, fatores como o número de pessoas conectadas ou a colocação do roteador dentro da casa podem afetar negativamente o desempenho.

 

Até mesmo a configuração incorreta do dispositivo pode estar causando esses problemas ou as políticas do nosso operador em certas situações de sobrecarga, nem faz muito pelo desempenho. Portanto, existem algumas dicas para tentar mitigar esses efeitos, inclusive usar um medidor de internet para identificar se o problema está na rede ou em práticas que podemos efetuar para comprometer a conexão.

Dicas para melhorar a velocidade da Internet

1. Realize um teste de velocidade de internet

O ponto de partida é sempre a realização de um Teste de Velocidade para ter uma visão do possível problema. No entanto, isso não consiste em realizar uma única medição, em vez disso, é preciso realizar o processo por vários dias em vários momentos diferentes. Esse Teste de Velocidade de internet, por exemplo, pode te ajudar na precisão da velocidade da sua banda larga.

 

2.Contato com o seu provedor de internet

Sem dúvida, quando detectamos uma falha ou problema, a primeira coisa é entrar em contato com o operador. É possível que seja um problema específico que confirmamos na linha de atendimento ao cliente (muitas vezes basta discar o número) ou solicitação de um técnico no local para melhorar a linha. Em qualquer caso, não vale nada tocar no roteador ou configurar o dispositivo para tentar melhorar a velocidade, se o problema estiver em nossa rede de Internet.

3.Atualize seu navegador

Atualize seu navegador sempre que possível com a versão mais recente de qualquer programa, aplicativo ou sistema operacional. Em longo prazo, isso oferece mais benefícios do que problemas. No caso da navegação na Internet, é essencial ter a versão mais recente do navegador que usamos, seja o Google Chrome, o Microsoft Edge ou o Mozilla Firefox. Cada nova versão tem novos recursos, mas também melhora o desempenho da velocidade de internet e fecha falhas de segurança.

4. Evite aparelhos elétricos próximo ao roteador

A colocação do roteador é vital, tanto para encontrar um local adequado na parte central da casa quanto para afastar o dispositivo de fontes de interferência. Lâmpadas de halogênio, alto-falantes, televisões e aparelhos em geral podem causar problemas de interferência. Sempre evite colocar o roteador perto de uma dessas áreas.

5. Pense em comprar um novo roteador

É verdade que os operadores de telecomunicações investem em roteadores e ao equipamento de rede geral que oferecem. No entanto, seus dispositivos estão longe de ser equipamentos de última geração que utilizam componentes mais atualizados ou padrões WiFi mais rápidos.

6.Proteja o roteador com senhas mais complexas

É vital mantermos a segurança no nível mais alto possível. Para fazer isso, precisamos proteger o roteador com uma senha, além de alterar o estabelecido por padrão pelo fabricante ou operador. Qualquer pessoa que consiga acessar o roteador estará a um passo de entrar em nossa rede de internet, em nossos computadores e em tudo dentro deles.

 

A quantidade de pessoas utilizando a mesma rede de internet compromete a velocidade da conexão.

7. Use microfiltros

O ADSL está dando lugar à fibra ótica, mas é necessário o uso de microfiltros para evitar interferências que possam ocorrer na conexão do cabo de cobre.

8. Passe a “extensão”

Ainda estamos no campo de ADSL e o recomendado é que nós conectamos o roteador na conexão telefônica principal da casa. Isso ocorre porque o mau estado da fiação dentro de nossa casa pode reduzir drasticamente a velocidade de navegação.

9. Use filtros

O uso de dispositivos que filtram a interferência da fiação doméstica pode não afetar diretamente uma melhoria na velocidade da internet, mas garantirá que tenhamos uma conexão mais estável.

 

Add Comment